Novas Matérias:
recent


Como fazer curativo em cachorro

Saiba quais são os materiais necessários e como fazer um curativo em cachorro.

Como fazer curativo em cão

Realizar curativos em pequenos animais, seja em cão ou gato, não é uma tarefa muito fácil pelo simples fato de que o não tem a consciência de que aquela “coisa” é para o seu bem e por estes pequenos “serumaninhos” não ficarem em repouso ou limitar a movimentação. Desta forma, para a correta cicatrização é ideal confeccionar um curativo correto para evitar infecções secundárias, ou seja, decorrentes da lesão inicial.

Materiais para primeiros socorros

Então, como fazer curativo em cachorro? Como proceder? Quais cuidados devem ser tomados? Antes de tudo, é importante saber quais são os materiais necessários para fazer um curativo em um animal, e dentre eles, encontram-se:

•Compressas de gaze: para limpeza e proteção de ferimentos;
•Atadura ou faixa crepe: para fixação de curativos e talas, e ainda, pode ser usada para amordaçar um animal.
•Esparadrapo ou micropore: para fixação de faixa em curativos e para imobilização de membros.
•Tesoura: para cortar pelos, faixas e outros materiais.
•Antisséptico: para desinfecção dos ferimentos e lesões, podendo ser líquido de Dakin, água oxigenada 10 volumes, gluconato de clorexidina (Merthiolate®) e/ou iodo povidine.
•Solução fisiológica: para limpeza de ferimentos.
•Pomada antibiótica: para evitar infecções das lesões (vendido somente com prescrição médica).
•Luvas: para proteção das mãos de quem irá socorrer o animal.
•Seringas: para irrigar os ferimentos com as soluções antissépticas ou aspirar secreções.
•Termômetro: para avaliação da temperatura retal do animal.
•Álcool: para desinfecção de mãos, luvas e instrumentos utilizados para o socorro.
•Focinheira: para evitar acidentes por mordedura.
•Lanterna pequena ou celular: para avaliar o reflexo de pupila e cavidades.
•Pinças: para remoção de espinhos e larvas de pele ou de objetos estranhos, que, por exemplo, obstruam a passagem de ar na garganta.

Como fazer um curativo em cachorro

Antes de iniciar a limpeza e desinfecção do local da ferida é importante realizar a raspagem dos pelos, seja através de um gilete, máquina de tosa ou tesoura, isto é, utilize o material que estiver a sua mão. Realizando a retira do excesso de pelos você promove uma área de mais fácil limpeza e evita e/ou reduz o acúmulo de sujidades, em especial sangue e secreções que são meio de proliferação de bactérias.

Como fazer curativo em pequenos animaisApós a raspagem dos pelos inicia-se o curativo realizando a lavagem da ferida com solução fisiológica, sendo que para melhor limpeza, é indicado utilizar uma seringa com ou sem agulha ou furar a bisnaga de soro e jogar o líquido sobre a área sob pressão. Com tal manobra é possível eliminar com maior facilidade as sujidades, terras e outros requícios que podem contaminar a ferida. Seguida da lavagem, a qual dependendo do tipo de lesão, esta pode ser lavada com clorexidina, sabonete neutro ou outro dergemante, é preciso secar a ferida com gaze ou pano limpo, retirando todo o excesso de produto utilizado na lavagem juntamente com o soro.

Para finalizar, realize a aplicação de pomada antibiótica para evitar a instalação de uma infecção secundária, assim aplique uma grande quantidade e cubra com gaze o ferimento, e enfaixe, e fixe com esparadrapo ou micropore. Este curativo faz com que o local lesionado permaneça protegido. Entretanto, o tipo de curativo varia de acordo com a área lesionada, ou seja, a fixação de faixas e outros materiais é diferente para região de membro em relação ao abdômen.

Ainda, em relação a desinfecção da ferida há diferentes soluções que podem ser utilizadas, além de clorexidina, mas o protocolo de tratamento de lesões varia de acordo com cada médico veterinário, e ainda de acordo com o tipo de ferida. Assim, também podem ser utilizados água oxigenada, líquido de Dakin, iodo povidine e outros.

Este texto não substitui uma consulta médico-veterinária

Tags: Como fazer curativo em cachorro, Fazer curativo com gaze, Como fazer curativo em cão, Como fazer curativo em cachorro castrado, Fazer curativo simples, Como fazer curativo em cachorro na orelha.




   Autor

Matéria desenvolvida pelo Médico Veterinário Maikon Celestino (CRMV-SP 36.797), formado pela Faculdade Sudoeste Paulista - FSP em 2015, que além de atuar na Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais, cria conteúdo virtual sobre o mundo PET.

SnapChat celestinomaikon
Facebook /maikonveterinario
Instagram /maikon.celestino
Twitter /maikoncelestino




Comnetários




Tecnologia do Blogger.