Novas Matérias:
recent


PERGUNTE AO VET #5: Pulga pega em humano

Humano também é susceptível a pulga, parasita que pode transmitir doenças e causar complicações maiores que desconforto e coceira.

Pergunte ao VET #5
Pergunta enviada pelo Messenger do Facebook (in Box) em nossa FAN-PAGE.

Para a alegria de nossa equipe, tanto a FAN-PAGE oficial do site Pets e Dicas quanto à do veterinário responsável no Facebook vem recebendo inúmeras e diferentes dúvidas sobre o mundo pet, as quais toda semana uma é selecionada para fazer parte do quadro “Pergunte ao Vet”, apesar de que todas são respondidas o mais rápido possível. E a questão da vez de uma leitora de Açailândia, do Maranhão, é a seguinte:

“Olá Dr. Maikon, gostaria de saber se pulga vai para o cabelo humano, pois resgatei uma cachorrinha de rua. De tanta pulga, resolvi dar banho nela, e de repente comecei a me coçar no couro cabeludo. Corre o risco de pulgas terem ido para o meu cabelo?”.

Pulgas em humanos

Esta é realmente uma dúvida comum entre os proprietários de animais domésticos, os quais sua grande maioria acredita que o couro cabeludo e cabelo podem ser infestados apenas por piolhos. Infelizmente os humanos podem sim sofrer com a infestação de pulgas, ou seja, podemos adquirir pulgas em contato direto com animais parasitados por tais ectoparasitas (parasitas externos). Ainda, algo que muitas pessoas acreditam é que as pulgas possuem asas. Estes pequenos insetos (de 1 a 8,5 mm), não possuem asas, o seu acesso a longas distâncias se dá através de saltos, que podem chegar a até 20 cm verticalmente e 40 cm horizontalmente.

Pulga em cabelo de humano
As pulgas são ectoparasitas de animais domésticos, silvestres e também do homem, e se alimentam do sangue de seu hospedeiro, causando irritação cutânea (em pele) e podem transmitir doenças aos animais e humanos. A sua principal transmissão é através do contato direto com animais infectados pelo parasita ou de ambientes infestados, em especial, locais fechados por longos períodos. Dependendo da espécie, este parasita pode sobreviver no ambiente de dois até um ano sem se alimentar.

Uma pulga fêmea tem a capacidade de depositar de 200 a 600 ovos ao longo de sua vida, a partir de um acasalamento que ocorre no tecido cutâneo do hospedeiro. Então, no hospedeiro são depositados os ovos, que por não serem pegajosos, caem no solo ou no ambiente do hospedeiro, que após doze dias eclodem gerando larvas de pulgas. No entanto, os ovos podem permanecer nesta forma por até um ano em baixas temperaturas.

Sintomas de pulgas

Quando um humano ou seu ambiente é infestado por pulgas, o mesmo pode apresentar alguns sintomas, que dentre eles incluem:
•Prurido (coceira);
•Urticária (erupção cutânea);
•Inchaço ao redor da lesão ou ferida ocasionadas pela picada da pulga;
•Lesão ou ferida que podem sangrar, as quais são mais comuns em determinadas regiões em que há dobras de pele, como axilas, virilha, seios e até mesmo articulações.

O que fazer?

Pulga no couro cabeludo humanoO diagnóstico de pulgas é simples, basta localizar o ectoparasita no ambiente ou na pele. Entretanto, quando há dúvidas, pode ser realizada uma biópsia do tecido cutâneo para análise, o que é pouco comum. Para resolver o problema é necessário que você elimine as pulgas para evitar possíveis complicações, pois devido às irritações e leões em pele pode ocorrer uma infecção secundária por fungos ou bactérias. Ainda, como já dito anteriormente, a pulga pode transmitir determinadas doenças como dipilidíase, febre bubônica e tifo murinho.

É importante dizer que se librar de uma infestação de pulgas não é tão fácil e simples quanto parece, e estes parasitas podem ir e voltar diversas vezes quando não tomada às medidas corretas de prevenção. É válido ressaltar também que apenas 10% das pulgas estão presentes no animal, os outros 90% estão no ambiente, e por este motivo, não basta tratar apenas o seu pet, mas sim, a sua residência toda, inclusive você.

Medidas de prevenção e controle contra pulgas

Para iniciar o combate a pulgas você deve colocar em prática alguns métodos em sua rotina, sendo eles:
•Procure lavar casinhas, panos, cobertores, tapetes e qualquer outro tecido em que seu animal dorme ou passa o dia em repouso, fazendo isso você elimina os ovos de pulgas que caem de seu pet, e consequentemente, evita que tais ovos caiam no ambiente;
•Seu animal de estimação deve tomar banho ao menos uma vez por semana ou a cada quinze dias e fazer o uso de antipulgas de acordo com a recomendação do médico veterinário de sua confiança. Contudo, os medicamentos comumente administrados para livrar o seu animal e sua família das pulgas são Revolution, FrontLine, Bravecto e Advantage Max 3.
Pulga em humanos tratamento•Caso o piso de sua residência seja confeccionado de tábuas e tacos, estes devem ser calafetados para deixarem de ser um abrigo perfeito para pulgas;
•Faça a limpeza de sua casa ao menos uma vez por semana com o auxílio de um aspirador de pó para combater de forma mais eficaz o acúmulo de poeira no ambiente, já que as pulgas se alimentam de quase todo o tipo de resíduo orgânico, em especial, fezes de pulgas adultas. Após a limpeza, descarte o filtro do aspirador;
•Mantenha o controle ou eliminação da população de roedores próxima a sua residência, pois estes animais também são hospedeiros de pulgas;
•Evite o acúmulo de areia ao redor de sua residência por longos períodos;
•Caso sua residência tenha quintal ou jardim, estes devem ser limpos regularmente e as plantas devem ser podadas para evitar ambientes úmidos, condição favorável para a proliferação de pulgas;
•Faça a pulverização do ambiente interno e externo com medicamentos específicos para o combate de pulgas e outros parasitas, como, por exemplo, Triatox e Butox. Contudo, devem ser seguidas as recomendações medico-veterinárias ou do fabricante do produto (vide a bula),e os animais devem ser afastados no ambiente durante a pulverização para evitar possível risco de intoxicação.

Tratamento de pulgas em humanos

Para o tratamento de infestação de pulgas em humanos consiste basicamente em aliviar a irritação e coceira causadas pela picada dos parasitas, desta forma, é recomendada a administração de anti-histamínicos via oral e para evitar novas picadas, o uso de pesticidas específicos. Contudo, em caso de dúvidas de quais medicamentos possam ser administrados para crianças, adultos ou idosos, procure um médico.

Tratamento de pulgas em animais domésticos

Assim como nós, humanos, os animais domésticos sofrem com a infestação de pulgas e outros parasitas, podem apresentar também lesões e irritações em pele, que são tratadas basicamente com mesmo principio humano. Além é claro, da aplicação das medidas de controle e prevenção. Contudo, para um melhor tratamento específico para seu animal, consulte um médico veterinário.

Este texto não substitui uma consulta veterinária

Tags: Pulga pega em humano, pulga pega no cabelo humano, Pulga de cachorro pega no cabelo humano, Pulga pega em ser humano, Pulga em humanos tratamento, Pulga de cachorro passa para humanos, Pulga no couro cabeludo humano.




   Autor

Matéria desenvolvida pelo Médico Veterinário Maikon Celestino (CRMV-SP 36.797), formado pela Faculdade Sudoeste Paulista - FSP em 2015, que além de atuar na Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais, cria conteúdo virtual sobre o mundo PET.

SnapChat celestinomaikon
Facebook /maikonveterinario
Instagram /maikon.celestino
Twitter /maikoncelestino




Comnetários




Tecnologia do Blogger.