Novas Matérias:
recent


Como tratar otite canina

Saiba mais sobre a otite canina, principalmente como evitar e tratar esta doença.


Cão com dor de ouvido

Você já deve ter notado um cão coçando, sacudindo ou até mesmo chorando devido à frequência desta atividade, e achar comum, certo? No entanto, estes são indícios da chamada otite canina. A otite é um processo inflamatório que acomete a região externa do ouvido, sendo uma das principais e mais frequentes doenças na clínica de pequenos animais.

Esta enfermidade apresenta algumas características negativas, como dificuldade na eliminação das causas que geralmente promovem a reincidências e tratamento complexo.  Otite não se limita apenas aos cães, pode acometer também os gatos, porém a estrutura anatômica dos felinos é menos favorável a este tipo de infecção. Assim, um fator que favorece a otite é um canal auditivo bastante logo, o que acontece em determinadas raças, além de orelhas longas, caídas e com pelagem também longa, como Golgen Retriever, Cocker Spainel, Basset Hound, Cavalier King Charles Spainel e outras.

Tal forma anatômica do conduto auditivo somada a longas orelhas faz com que estas raças sejam mais predispostas a desenvolver problemas de ouvido, pois as orelhas reduzem a entrada de ar no conduto, o que promove a secagem inadequada do mesmo. Ainda, as orelhas grandes criam um ambiente ideal para a proliferação de microrganismos: quente, úmido e escuro.

Raças mais acometidas pela otite

Como dito anteriormente, determinadas raças são mais acometidas que outras pela infecção de ouvido e outros problemas devido à forma do conduto auditivo, orelhas e pelagem. E por este motivo, as mais acometidas são:

Cão da raça Cocker Spainel
∙ Labrador;
∙ Dachshund;
∙ Bloodhound;
∙ Basset Hound;
∙ Setter Irlandês;
∙ Cocker Spaniel;
∙ Golden Retriever;
∙ Cavalier King Charles Spaniel.


Tipos de otite em cachorros

Ao contrário de que muitas pessoas pensam, não existe um tipo único de otite. Este tipo de infecção por ser causada por diferentes agentes e podem acometer diferentes regiões do ouvido (externo, médio ou interno). Desta forma, saiba quais são os tipos de otite canina:

∙ Bactérias: a otite infecciosa é causada por bactérias e geralmente conta com a presença de pus, e assim é necessário realizar o tratamento sistêmico com antibioticoterapia juntamente com tratamento tópico (medicamento aplicado na região);
∙ Fungos: é a forma mais ocasional da otite, onde tem como sintomas o excesso de ceruma (cera) e cheiro adocicado. Geralmente o agente causador é a Malassézia;
∙ Parasitas: este tipo de otite tem como agente carrapatos e ácaros, o que exige a administração de medicamentos específicos levando em consideração o quadro do animal, podendo incluir medicamento tópico, oral e/ou injetável;
∙ Sarna: esta doença causada por ácaros também pode atingir o conduto auditivo do cão, o que leva a coceira excessiva e descamação da pele;
∙ Outros fatores: tumores, alergias, traumas, alterações hormonais e presença de corpo estranho podem influenciar no desenvolvimento da otite canina.

Sintomas da otite em cães

Os sintomas são distintos em relação do tipo de otite que seu cão apresenta, entretanto, há sintomas clássicos e comuns entre todos os tipos esta enfermidade. Caso você note a presença dos sinais abaixo, procure levá-lo ao Médico Veterinário o quanto antes para evitar o agravamento do quadro e para que o profissional possa realizar a avaliação adequada, promovendo o diagnóstico e o devido tratamento.
Cão coçando orelha
∙ Perda de audição;
∙ Inchaço nas orelhas;
∙ Orelhas com mau cheiro;
∙ Presença de crostas no ouvido;
∙ O cão fica com a cabeça inclinada ou meio de lado;
∙ Vermelhidão e/ou escurecimento dos ouvido;
∙ Secreção, como pus nas orelhas, o que indica infecção por bactérias;
∙ Ferimentos atrás das orelhas devido à frequência de se coçar, ocasionados pelas unhas;
∙ Coceira intensa nas orelhas que leva o cão a coçar a orelha com as patas, a balançar a cabeça, a esfregar as orelhas em móveis e no chão;
∙ Dor intensa que faz com que o cão demonstre que está com dor quando alguém chega perto de suas orelhas ou toque nelas.

Tratamento da otite canina

O tratamento da otite canina consiste na associação do uso de medicamentos tópicos e da limpeza dos ouvidos. Ainda, em determinados casos é necessário realizar a administração de antibióticos e/ou anti-inflamatórios, contudo, não medique seu animal sem orientação de um profissional. É o Médico Veterinário que tem a capacidade de identificar o tipo de otite e o melhor tratamento.

É válido ressaltar que o sucesso do tratamento está relacionado com o proprietário, o qual deve respeitar as indicações, a forma correta de executar, intervalos e tempo de duração do mesmo.

Prevenção da otite em cães

Como o velho ditado já diz, “prevenir é o melhor remédio”, e a prevenção da otite em cães é basicamente a higienização dos ouvidos regularmente. Caso você não saiba como fazer este tipo de limpeza, acesse o nosso artigo especial de “Como limpar o ouvido de um cachorro” que explica passo a passo e materiais necessários. Se ainda não se sentir seguro (a) para realizar a higienização do ouvido de seu pet, converse com o Médico Veterinário do seu cão e tire todas suas dúvidas.

Tags: Como tratar otite canina, Remédio para otite canina, Antibiotico para otite canina, Otite canina tratamento caseiro, Otite canina medicamentos, Otite canina como limpar.




   Autor

Matéria desenvolvida pelo Médico Veterinário Maikon Celestino (CRMV-SP 36.797), formado pela Faculdade Sudoeste Paulista - FSP em 2015, que além de atuar na Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais, cria conteúdo virtual sobre o mundo PET.

SnapChat celestinomaikon
Facebook /maikonveterinario
Instagram /maikon.celestino
Twitter /maikoncelestino




Comnetários




Tecnologia do Blogger.