Novas Matérias:
recent


Anti-inflamatórios para cães e gatos

Tire suas dúvidas em relação a alguns medicamentos de uso humano que podem ser administrados em animais, e conheça os específicos para os pets.


Cão sendo medicado

Os medicamentos, em especial o anti-inflamatórios não esteroidais, como por exemplo, o paracetamol e outros produtos de uso tópico, são os principais fármacos causadores de intoxicação em cães e gatos. Este fato pode ser justificado a partir da intenção do proprietário de reduzir ou eliminar os sinais de dor e desconforto do animal, e assim, acaba administrando medicamentos sem qualquer tipo de orientação médica, e na maioria das vezes, são medicamentos inadequados e que podem levar o cão ou gato a óbito.

Ainda, esta atitude pode ser justificada pela facilidade em ter acesso aos fármacos, costume de realizar a automedicação, apelo comercial e também baixo custo destes produtos. Outro ponto que pode estar relacionado com a intoxicação de animais de estimação com a medicação sem prescrição é pelo fato de alguns fármacos serem palatáveis, e isso faz com que os animais possam ingerir uma quantidade maior do que a recomendada. E em muitos casos, quando o proprietário nota uma melhora no animal com poucas doses, o mesmo acaba prolongando o tratamento, provocando danos à saúde do cão ou gato.

Desta forma, o fato é que o proprietário não deve seguir recomendação de terceiros, apenas de um Médico Veterinário, já que entre os medicamentos produzidos especialmente para os animais ainda há chances de intoxicação, como por exemplo, há espécies que são mais sensíveis a determinadas substâncias que outras, e tal erro pode causar a morte do animal.

Anti-inflamatórios para cães e gatos

Dipirona sódica: este fármaco é muito utilizado para tratar dores e febre em cães, no entanto, este pode promover efeito colateral, como queda brusca de pressão arterial, e quando administrada de forma incorreta pode levar a morte do animal. Contudo, este medicamento pode ser utilizado na medida certa.

Paracetamol: também conhecido como Acetominofen, este conta com ação analgésica e
Gato e Anti-inflamatórios
antipirética, e baixa potencia anti-inflamatória. Cães e principalmente, os gatos possuem capacidade limitada de sulfatação e deficiente conjugação, ou seja, são sensíveis a este medicamento. Não é um anti-inflamatório indicado para pets.

Meloxicam: encontra-se disponível na versão oral e injetável, sendo muito buscado pelos proprietários devido a sua ação anti-inflamatória, analgésica e antipirética. O seu uso deve ser evitado em gestantes, lactantes ou em animais com idade inferior a 6 semanas. Há pesquisadores que indicam o uso deste medicamento apenas para cães pelo fato de não haver informações a respeito de seu metabolismo em gatos.

Ibuprofeno: este é um fámarco muito utilizado na medica humana e a sua experiência em medicina veterinária é ainda limitada, por este motivo, seu uso deve ser evitado pelo fato das doses terapêuticas ainda não estarem estabelecidas de forma apropriada. Os gatos são mais suscetíveis a este medicamento do que os cães.

Diclofenaco: seu uso é aprovado apenas para uso humano, ou seja, sua administração é contraindicada para cães e gatos. O diclofenaco, assim como o paracetamol, é um dos principais responsáveis pelas intoxicações em animais de estimação, em especial os cães. Apesar disso, na oftalmologia veterinária este fármaco é comumente usado em forma de colírio.

Enfim, é necessário que você recorra a um Médico Veterinário, pois este é o único profissional que pode prescrever o anti-inflamatório seguro para seu cão ou gato. Ainda, é válido ressaltar que esta matéria não substitui a necessidade de levar seu animal ao veterinário, muito pelo contrário, esta tem intuito informativo.

Tags: Anti-inflamatórios para cães e gatos, Anti-inflamatórios humano para cachorro, Cetoprofeno para cães, Ibuprofeno para cães, Anti-inflamatórios cachorro, Anti-inflamatórios gato.




   Autor

Matéria desenvolvida pelo Médico Veterinário Maikon Celestino (CRMV-SP 36.797), formado pela Faculdade Sudoeste Paulista - FSP em 2015, que além de atuar na Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais, cria conteúdo virtual sobre o mundo PET.

SnapChat celestinomaikon
Facebook /maikonveterinario
Instagram /maikon.celestino
Twitter /maikoncelestino




Comnetários




Tecnologia do Blogger.